Ser jornalista: Ruturas e continuidades - Número 7 (2017)

Editor convidado: Manuel Pinto (Universidade do Minho, Portugal)

 

A revista Estudos de Jornalismo, da SOPCOM (Associação Portuguesa de Ciências da Comunicação), abre um período de chamada a artigos, desejavelmente inéditos. O objetivo é proporcionar à comunidade académica em comunicação, elementos de reflexão sobre o tema Ser jornalista: Ruturas e continuidades. Nesse sentido, partilhamos alguns tópicos que nos parecem merecer a atenção dos colegas investigadores / pesquisadores:

 

- Perspetiva histórica da profissão;

- Velhas e novas questões éticas;

- Da formação ao acesso à profissão;

- O associativismo no jornalismo;

- História do sindicalismo e do Sindicato dos Jornalistas;

- A questão da Ordem dos Jornalistas;

- Transformações na composição social da profissão;

- As fronteiras da profissão;

- Regulamentação do jornalismo;

- O jornalista face à complexidade: generalista ou especialista?;

- O diálogo dos jornalistas com os cidadãos;

- Literacia mediática e sua relevância para o jornalismo;

- Os jornalistas, as fontes e as agências de comunicação;

- Os jornalistas e os poderes;

- Assimetrias na profissão: da elite ao “precariado”;

- O fator tecnológico no exercício do jornalismo.

 

O prazo para o envio dos textos completos (artigos e/ou recensões) é 30 de setembro e os mesmos devem seguir para o email revistaestudosjornalismo@gmail.com. Lembramos que pelo menos um dos autores tem que ter o doutoramento concluído. A publicação desta edição está prevista para o final do mês de novembro.

 

Lembramos que a submissão dos artigos deve ser feita seguindo a Política Editorial da revista.  

Autores: Coordenação do GT Jornalismo e Sociedade da SOPCOM · Ano: 2017
Separatas: