Normas

A revista Estudos de Jornalismo publica trabalhos inéditos em português, espanhol e inglês.

Os trabalhos submetidos devem estar de acordo com as seguintes normas:

Anonimato – O texto tem de garantir o seu anonimato e em nenhuma parte do texto pode haver qualquer referência ao/à autor/a;

Título – Conciso e informativo sobre o trabalho. Os textos escritos noutra língua que não o inglês, devem incluir também um título em inglês;

Resumo – O resumo deve ter um máximo de 300 palavras. Os textos escritos noutra língua que não o inglês, devem incluir um resumo na língua original e outro em inglês;

Palavras-chave – Todos os textos (artigos, resenhas e ensaios críticos) devem ter entre 3 a 5 palavras-chave na língua original em que foram escritos e também em inglês;

Normas bibliográficas – As citações diretas ou indiretas no corpo do texto e as referências bibliográficas devem seguir a norma APA 6ª edição (http://www.apastyle.org);

Citações noutra língua – Todas as citações noutra língua que não a do texto devem ser traduzidas. Em nota de rodapé pode ser colocada essa referência mas não deve ser apresentada a versão original do texto traduzido;

Citações – As citações diretas nos textos fazem-se entre aspas quando têm menos de 40 palavras ou de forma destacada (com indentação de 1,27 cm). Devem seguir o formato (Correia, 2017, p. 12), (Jerónimo & Amaral, 2016). No caso de trabalhos com mais do que três autores, deve ser apresentada primeiro a referência completa (Correia, Amaral, Jerónimo, Silva, & Oliveira, 2018, pp. 101-102) e depois utilizada a versão et al. (Correia, et al., 2018). As citações indiretas seguem o mesmo sistema de referenciação mas sem página e apenas entre parêntesis quando os/as autores/as não são mencionados diretamente;

Fonte – Verdana, tamanho 12, 2 espaços;

Dimensão – Os artigos completos devem ter entre 35 mil e 40 mil caracteres incluindo espaços, título, resumo, palavras-chave, notas de rodapé e referências bibliográficas. Inclui-se aqui o título, resumo e palavras-chave em inglês, sempre que o artigo esteja escrito noutra língua. As resenhas e os ensaios críticos têm um máximo de 16 mil caracteres incluindo espaços, título, resumo, palavras-chave e referências bibliográficas. Também aqui se inclui o título, resumo e palavras-chave em inglês, sempre que a resenha ou ensaio crítico esteja escrito noutra língua;

Notas – As notas devem ser limitadas ao máximo, sendo que devem ser numeradas sequencialmente e apresentadas em rodapé e nunca no final do texto;

Tabelas / Gráficos / Imagens – Inseridos no texto nos lugares apropriados;

Entretítulos – Podem ser utilizados entretítulos para organizar o texto. Os/as autores têm liberdade de os numerar, se assim o entenderem;

URL – Todos os endereços electrónicos indicados devem estar ativos;

Bibliografia – Todos os/as autores/as referenciados/as no texto têm de constar na bibliografia na versão original consultada.